Quadras de Tênis

O jogo de tênis pode ser individual ou em duplas, que podem ser masculinas, femininas ou mistas. No início do aparecimento do esporte, as quadras eram em sua maioria de grama. Atualmente, as preferidas são as de saibro, sendo comum também as de cimento e já com o avanço tecnológico, as de materiais sintéticos, como borracha e fibra de vidro.

Quadra - como podemos observar na figura, a quadra de tênis é um retângulo, com as seguintes medidas: 23,77m de comprimento por 8,23m de largura para simples e 10,79m de largura para duplas. A altura da rede central é de 0,915m. A rede é suspensa por um cabo metálico com aproximadamente 0,8cm de diâmetro. A quadra ainda é demarcada por linhas laterais e de fundo.

OBS.: as quadras usadas para jogos de simples e de duplas, deverão ter dois postes de sustentação de rede, os chamados “paus de simples”, com uma altura de 1,07m.

Paralelamente à rede e de ambos os lados, estão as linhas de serviço (saque), que ficam a uma distância de 6,4m. O espaço existente entre a linha de serviço (saque), a rede e as linhas laterais é dividido ao meio por uma linha central perpendicular à rede, formando assim os retângulos do serviço (saque).

images.ashx?id=88

Teto - as quadras cobertas devem ter uma altura mínima de 9m a partir da rede. Para eventos da ATP e Copa Davis essas medidas são de 12,19m.

Resumo das medidas

Tênis
Medida Oficial Total 18,286m x 36,572m 
Medida só das linhas 10,97m x 23,77m
Medida Mínima Total 16,00m x 32,00
A quadra de tênis deve ser um retângulo de 23,77 m de comprimento por 8,23 m de largura, para os jogos de simples (para os jogos de duplas, a largura deve ser de 10,97 m). Essa quadra deve ser dividida ao meio por uma rede suspensa através de corda ou cabo metálico sustentado por dois postes com 1,07 m de altura. A rede deve estar completamente estendida de modo que não haja espaço entre os dois postes e sua malha deve ser suficientemente pequena para que a bola não passe através dela. A altura da rede no centro da quadra deve ser de 0,914 m, e ela deve estar presa no centro por uma faixa. Uma banda deve tapar a corda metálica ou o cabo do topo da rede. A faixa e a banda da rede devem ser completamente da cor branca.

• O diâmetro máximo da corda ou cabo de metal é de 0,8 cm.

• A largura máxima da faixa central deve ser de 5 cm.

• A faixa da rede deve ter entre 5 cm e 6,35 cm para cada lado.

Para os jogos de duplas, os centros dos postes da rede devem estar a 0,914 m fora da quadra de dupla de cada lado. Para os jogos de simples, se a rede de simples é usada, os centros dos postes da rede devem estar a 0,914 m fora da quadra de simples de cada lado. Se uma rede de duplas é usada, então a rede deve ser erguida por dois postes de simples, cada um com uma altura de 1,07 m, o qual os centros devem estar a 0,914 m da quadra de simples de cada lado.

• Os postes da rede não podem ter mais que 15 cm de diâmetro.

• Os postes de simples não podem ter mais que 7,5 cm de diâmetro.

• Os postes da rede e os postes de simples não podem ter mais que 2,5 cm acima do topo da rede.

As linhas no final da quadra são chamadas de linhas de base e as linhas nas laterais da quadra são chamadas de linhas laterais. Duas linhas devem ser estendidas entre as linhas laterais da quadra, medindo 6,40 m de cada lado da rede paralelas com a rede. Estas linhas são chamadas de linha de serviço. Em cada lado da rede, as áreas entre a linha de serviço e a rede são divididas em duas partes iguais, que são as áreas de serviço, divididas por uma linha central. A linha central deve estar estendida paralelamente com as linhas laterais da quadra de simples e estar no meio delas. Cada linha de base deve ser dividida ao meio por uma marca central de 10 cm de comprimento, a qual deve ser estendida dentro da quadra paralela com as linhas laterais da quadra.

• A linha de centro e a marca central devem ter 5 cm de largura.

• As outras linhas da quadra podem ter entre 2,5 cm e 5 cm de largura, exceto as linhas de base, que podem ter até 10 cm.

Todas as medidas da quadra devem ser feitas de fora das linhas e todas as linhas da quadra devem ser da mesma cor, contrastando com a cor da quadra.

• Vemos abaixo alguns diagramas para quadra de tênis:

Construção e Manutenção das quadras
Para a implantação de quadras descobertas, deve-se posicioná-las no eixo Norte-Sul (ou o mais próximo possível dele), em função do ofuscamento provocado pelo sol.
O piso da quadra e a textura do acabamento são muito importantes, podendo interferir bastante no desempenho dos jogadores. Os principais tipos são:

• Saibro - ideal para tênis, sua execução requer muitos cuidados. A construção deve ser feita em terrenos planos, bem compactados e, de preferência, de composição argilosa. O primeiro passo é fazer uma moldura com blocos de cimento e cinta de concreto na medida da quadra. Ela deverá ter 30cm de altura e ficar parcialmente enterrada. No fundo dessa moldura é espalhada uma camada de 20cm de altura de cacos de tijolo, que deve ser muito bem compactada com a ajuda de água. Em seguida, cobre-se o espaço com uma camada de 20cm de saibro misturado com argila e terra vermelha. Depois de compactada com um rolo pesado, deve-se abrir pequenas valas e fazer sapatas de concreto nos locais onde serão fixados os postes de sustentação da rede. Por fim, espalha-se o pó de telha, o que facilita a movimentação dos jogadores. Deve-se prever caimento de 0,5% nas laterais. A autodrenagem demora cerca de 8 horas. As obras duram aproximadamente 6 semanas.


Se a quadra for construída em terrenos irregulares, aterrados, de pouca firmeza ou sobre lençol freático, deve-se prever o contrapiso, o que acarreta a necessidade de um sistema de drenagem.
A manutenção do saibro é bastante trabalhosa. São necessárias freqüentes reposições do pó de telha da superfície, é preciso molhá-la para mantê-la sempre úmida, garantindo a maciez do piso, a firmeza do solo e evitando que o vento levante nuvens de pó. O ideal é varrer e molhar a quadra duas vezes ao dia.
Método de camadas com "espinha de peixe"
Trata-se de um método de construção cuja concepção flexibiliza o processo convencional de construção, reforma e manutenção de quadras de tênis. Mediante a compactação de piso à base de saibro, cuja composição pode variar do saibro "in natura" ao argiloso, de barranco, calcáreo, arenoso ou barrento, obtém-se a quadra propriamente dita, com caimento que pode ser para qualquer sentido ou canaletas entre pares de quadras, no caso de duas ou mais quadras num mesmo local ou próximas. A camada de Piso é sobreposta às demais camadas, por sua vez sobrepostas, misturadas ou invertidas, podendo ser compostas de carvão vegetal ou mineral, cacos de tijolos pequenos e grandes em cima ou embaixo, pedra britada, pedras comuns de rio ou de pedreiras, sal fino ou grosso, argila "in natura" ou composta, pedriscos, piçarra, cacos de telha, de manilha, de lajotas, de azulejos, de concreto, de asfalto, de cimento, de caliças, pó de pedra ou pó de tijolo, areia comum fina, grossa ou mista, manilha, "PVC", canos plásticos para encanamentos, canos de ferro ou galvanizados, furados colocadas de forma semelhante a uma espinha de peixe, paralelas ou em ziguezague, imediatamente abaixo do piso de saibro, intercalados nas camadas ou abaixo da última delas, disposição essa destinada ao escoamento e drenagem de eventuais acúmulos de água.

Novo piso para quadras de Tênis (semelhante ao saibro comum)
Se trata de um novo conceito de preparação do terreno e utilização de um composto de saibro microporoso que não retém a água das chuvas. Tradicionalmente, em função do seu processo de construção e do saibro empregado, a construção de uma quadra com piso de saibro exige a abertura de canaletas para drenagem, as tradicionais "espinhas-de-peixe", cheias de pedras brita, mistura de caco de tijolo ou de telha (porosos) à camada de saibro inferior, para facilitar a drenagem, tudo a altos custos. O NOVO PISO PARA QUADRAS DE TÊNIS E ESPORTIVAS, que barateia o custo de construção, é feito de uma mistura de saibro com cimento, cal e gesso que nas devidas proporções tornam o saibro microporoso e desse modo permite que a água das chuvas filtre para as camadas inferiores sem encharcá-lo e sem perder as características que o tornam recomendável para a prática desportiva. Para a prática de corrida pode-se adicionar raspa de pneu que confere ao saibro características de suavidade compatível com a corrida de baixo impacto. Dependendo das circunstâncias do clima e do terreno, assim como do saibro existente na região, as proporções se modificam, entretanto sua variação está dentro dos limites de 6 a 10% de cimento com adição ou não dos outros componentes. O NOVO PISO PARA QUADRAS DE TÊNIS E ESPORTIVAS leva em conta que a infiltração de água nas quadras tradicionais ocorre pela altura da coluna de água por ocasião da chuva, desse modo acrescentou declividade no terreno e somente uma captação de água.

Manutenção diária das quadras de Saibro
Período Noturno
...No encerramento das atividades, no período noturno, o funcionário em serviço deverá passar a rede ou escovão, varrer as linhas e encharcar a quadra. A quantidade de água deverá ser o suficiente para que a quadra amanheça em condições de jogo, para o período da manhã. O funcionário deverá respeitar várias intempéries, ou seja, o clima do dia, pontos de sombra na quadra, etc. No caso, joga-se mais ou menos água , dependendo da situação.

Período da Manhã - das 6:00hs às 12:00hs
...No início das atividades tenísticas, no período da manhã, o funcionário em serviço deverá passar a rede ou escovão, varrer linhas e liberar a quadra para os associados. Essa quadra suportará as atividades até a hora do almoço.

Período da Tarde - das 12:00hs às 16:30hs
...Nesse período, a quadra deverá sofrer nova manutenção, sendo bastante aguada. O funcionário, antes de aguar, deverá passar a rede ou escovão, varrer linhas e depois encharcar. Logo que a quadra estiver no ponto deverá novamente passar a rede ou escovão e liberar para os associados.

Período Tarde/Noite - das 16:30hs às 22:00hs
...Nesse período deverá haver uma leve chuviscada para que suporte o período estabelecido acima.
Observações:
... Esses procedimentos deverão ser observados todos os dias. As segundas-feiras, onde normalmente os clubes e academias se encontram fechados, as quadras devem ser reparadas em pó de telha, pequenos buracos que possam aparecer, conferência da altura da rede, enfim, todos os requisitos necessários.

...A vida da quadra de saibro é água, por isso, deve ser regada todos os dias. As condições ideais para se jogar é quando a quadra se encontra vermelha.

...Quando a quadra é nova deve-se aplicar o rolete de 350 kg toda a semana. Após chuvas não liberar antes de passar o rolete.
...O pó de telha deve ser recolocado sempre em ocasiões de grandes vendavais ou fortes chuvas, aproximadamente cinco sacos de cada lado.
• Cimentado - sua execução é simples: sarrafos de madeira, de 10cm de altura x 2,5cm de largura, são dispostos na forma de quadrados de 2 x 2m sobre um lastro de pedra nº 2 com 5cm de altura. Esses quadrados devem ser preenchidos diagonalmente por uma camada de concreto de 8cm de altura. Após a cura de 24 horas, os sarrafos são retirados e o espaço vazio é preenchido por concreto ou asfalto. O acabamento tem, em média, 2cm de espessura e pode ser feito com argamassa de cimento e areia quando se tratar de quadras descobertas, ou por pó de cimento, se a quadra for fechada. A demarcação é feita com tinta acrílica resistente à abrasão. Deve-se considerar que o cimentado não absorve o impacto dos movimentos dos jogadores.

• Asfáltico - de fácil construção, pode ser usado para quadras de quase todos os esportes. Sobre uma base de pó de pedra é colocada uma camada de 5cm de pedra nº 1. Em seguida, uma camada de emulsão asfáltica e outra de pedriscos com altura entre 3 a 5cm. Por fim, uma nova camada de emulsão asfáltica e de 2 a 5 demãos de resina sintética. No caso de quadras de tênis, o acabamento da última demão deve ser áspero, para que o pique da bola seja mais lento. A construção demora 2 a 3 semanas. Como manutenção, a resina sintética deve ser substituída a cada 5 anos nas quadras abertas e a cada 8 anos nas fechadas. O escoamento da água demora de 15 a 20 minutos.



• Madeira - usada somente em quadras cobertas, é ideal para squash ou quadras poliesportivas. As espécies mais indicadas são o ipê e o pau-marfim. As tábuas devem ter 5cm de largura x 2,5cm de espessura. Elas são flutuantes, ou seja, fixadas em barrotes no sentido longitudinal, distantes 50cm um do outro. O espaço vazio entre eles pode ser preenchido com placas de chapas de madeira ou com poliestireno expandido. O acabamento é em verniz de poliuretano e as demarcações são feitas com tinta epóxi.

• Emborrachado - existem dois tipos: fundido no próprio local ou industrializado. O primeiro consiste numa camada de borracha espalhada sobre o asfalto ou cimento com a ajuda de uma espátula. Na quadras fechadas, sua espessura é de 6mm; nas abertas, varia de 6 a 12mm. Requer manutenção a cada 5 anos, em média. O industrializado é encontrado em rolos e é fixado sobre uma base de asfalto ou cimetno com cola de poliuretano. A manutenção demora 20 anos. Encontradas em várias cores, são próprias para tênis, badminton e quadras poliesportivas.

Acabamento
As quadras de tênis devem ser pintadas sobre um piso de cor neutra, como verde, amarelo ou cinza. De acordo com as normas internacionais, cada esporte tem cores determinadas para marcação das medidas: o branco é usado para tênis, vôlei, badminton, squash e paddle, o amarelo, para handebol e o azul, para basquete. No caso das quadras de saibro, a demarcação pode ser feita usando fitas especiais, vendidas em lojas de artigos esportivos, que são fixadas com a ajuda de pregos de 10cm de comprimento. Outra possibilidade é abrir pequenas valetas no lúgar das linhas de demarcação e preenchê-las com uma tira de concreto de 5cm de largura. Depois é só pintar com tinta acrílica especial para cimentado.
Quanto à iluminação, recomenda-se que profissionais especializados façam o cálculo. Um projeto simples e mínimo para uma quadra poliesportiva consiste em 8 luminárias dispostas em 4 postes, com altura variando de 6 a 8 metros, e lâmpadas de mercúrio de alta pressão de 400W. Com essas lâmpadas de vapor metálico, não-ofuscantes, de 200/250 lux/m2 se chega ao índice que os iluminadores consideram ideal para uso da quadra à noite. Os postes devem ser de aço galvanizado a fogo.

Agora para um projeto mais completo e profissional de iluminação devem ser utilizadas lâmpadas de vapor de mercúrio de 400w x 220v ou, ainda, lâmpadas de vapor metálico, com a mesma potência. Excepcionalmente, utilizam-se outros tipos de lâmpadas, como as de 1000w ou 2000w, em tensão de 220v, além das lâmpadas halógenas de 300w ou 500w. Tais usos ocorrem, respectivamente, em campos de futebol com ordem de 110 m x 60 m ou em pequenas quadras de Condomínios (10 m x 20 m).

Nas quadras amadoras de tênis, usam-se 16 lâmpadas de vapor de mercúrio de 400w. As mesmas são distribuídas em 4 postes telefônicos de aço com 9 m, são instaladas em projetores retangulares de alumínio, com lentes planas e dotadas de reatores externos de alto fator de potência. Para melhor nível de iluminação, podem ser utilizadas 16 lâmpadas de vapor metálico, com seus respectivos reatores e ignitores, com a mesma disposição acima.
Os tubos dos postes são semelhantes aos dos alambrados, também galvanizados, assim como as telas de proteção, a malha do alambrado deve ter 2" x 2".

O fechamento com alambrado deve estar respeitando as medidas já com áreas de recuo descritas anteriormente.

Tire suas dúvidas
via Whatsapp
WhatsApp